Pular para o conteúdo principal

Madeiras para cadeiras


Móvel muitas vezes mal usado no dia a dia deve ser produzido com materiais especiais que garantem a durabilidade

Arrasta para cá, arrasta para lá, empurra, sobe em cima para usar como escada. É, realmente, não é fácil ser uma cadeira! É por isso que para elas qualidade significa resistência e nesse quesito, o fator mais importante é a madeira utilizada para a fabricação da sua estrutura.
Segundo Miguel Feres Rodrigues, arquiteto e proprietário da Habitable Cadeiras, para ser adequada à produção de cadeiras, a madeira deve ser maciça, bem seca e preferencialmente leve. “A teca, por exemplo, é uma madeira muito leve e com densidade boa, parecida com a do mogno. É utilizada mais para cadeiras de uso externo por sua alta resistência à umidade. O jequitibá e o tauari branco também são leves, resistentes e com as veias retas, que evitam quebras e rupturas. São, porém, mais utilizadas para cadeiras de áreas internas”, ensina.
A procedência da madeira também é de enorme importância. “Toda a madeira que utilizamos na Habitable é certificada, de reflorestamentos ou de cortes de remanejo, ou seja, de corte controlado e permitido pelo Ibama”, explica o arquiteto. Em sua loja, Rodrigues dá prioridade às madeiras de reflorestamento que ficam junto a áreas de preservação. “Elas não só ajudam a preservar áreas naturais, como possuem mais qualidade, pois participam deste habitat natural”, explica.
Para garantir a qualidade e a procedência das madeiras, Rodrigues recomenda que o consumidor peça aos fabricantes e fornecedores um documento de garantia com informações sobre os produtos, tais como a origem ambientalmente correta da madeira utilizada. Conversar e pedir esclarecimentos antes de comprar é essencial.

Sobre a Habitable Cadeiras
Inaugurada em 1990, a Habitable Cadeiras trabalha com os produtos de fabricação própria e de representantes, selecionados a dedo pelo arquiteto e empresário Miguel Feres Rodrigues, proprietário da empresa junto à sua esposa, Claudia Mantovani. Entre os produtos vendidos na loja estão cadeiras para salas de jantar, cozinhas e áreas externas, bancos, mesas e poltronas, todos com design diferenciado e qualidade que serve de parâmetro para diversas outras marcas em todo o Brasil.

Serviço:
Habitable Cadeiras
Endereço: Rua Padre Antônio, 141, Centro – Curitiba (PR)
Telefone: (41) 3353-2462


 Crédito do texto e imagem: Virgínia Vargas (Assessora de Imprensa - (41) 3325-3443 / 9611-2170 - virginiavargas.assessoria@gmail.com)

Postagens mais visitadas deste blog

Feijão Maravilha!

Sábado é dia de feijoada. E quem não gosta de feijoada?

Pois é, esse prato típico é delicioso, agrada a todos e é uma ótima escolha para ser servida aos amigos. Basta um pouco de criatividade para tornar o seu evento muito mais charmoso. Os pequenos detalhes fazem toda a diferença!

Vou mostrar alguns exemplos, começando pela laranja, que eu fiquei apaixonada! kkkkk


Daqui: http://ateliegaaya.blogspot.com.br/


Daqui:  http://carolbycalu.com/2011/02/10/quarta-e-dia-de-feijoada/


Daqui: http://adinoela.blogspot.com.br/2012/05/e-tempo-de-feijoada.html


Daqui: http://www.chucrutecomsalsicha.com/archives/2008_02.html


Daqui: http://amandicaindica.blogspot.com.br/2012/03/voce-sabe-como-organizar-uma-feijoada.html




Daqui: http://www.copyepaste.com/2011/05/festa-do-bem.html


Daqui: http://lepartieventos.blogspot.com.br/2012/05/decoracao-rustica-feijoada-no.html


Daqui: http://segredosdaanna.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html


Daqui: http://www.custojusto.pt/Porto/Moveis-Decoracao/Bolas+decorativas…

Decoração no Estilo Mineiro

Estante Casinha de Boneca - Quarto de Menina

Uma maneira divertida e decorativa para guardar brinquedos.

No projeto da Arquiteta Cecy Rivabem, a estante de madeira em forma de casinha se destaca pela funcionalidade e beleza.

Além de ser uma casinha bem fofa, tem espaço suficiente para guardar brinquedos. Nos nichos ficam os bichinhos de pelúcia mais bonitinhos, para decoração. Nas gavetas, que foram projetadas para que a criança não prenda os dedos ao fecha-las, ficam os brinquedos com peças, bonecas e até mesmo os jogos, pois tem profundidade suficiente para isso.

Além de tudo isso, esse móvel possui uma mesa para desenho.

Qual criança que não ia amar??







Fotos: Acervo pessoal da Aquiteta Cecy Rivabem.