Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Abajur, lustre, pendente, arandela ou plafon?

Especialista explica as diferenças entre os produtos e como utilizar cada um na decoração
Há algum tempo a iluminação deixou de ser apenas funcional, para se tornar parte da decoração. Lustres, pendentes, abajures, arandelas e plafons e luminárias de mesa e de piso, dos mais variados estilos, iluminam, decoram, criam sensações e personalizam os ambientes. Porém, com tantos produtos diferentes, escolher pode ser um desafio. Para ajudar nessa tarefa, Daniele Bagatoli, sócia da Luna Luce Iluminação e pós-graduada em Iluminação e Design de Interiores, explica as diferenças entre eles e dá dicas de como utilizar cada um.
Abajures: O nome vem do francês abat-jour, que significa “abaixar a luz”. Criados com objetivo de proporcionar um ambiente mais intimista e de relaxamento, os abajures funcionam filtrando a luz emitida pelas lâmpadas através de suas cúpulas. Versáteis, são muito utilizados no quarto, na lateral da cama, na sala, ao lado do sofá, ou em mesas de escritórios, mas a verdade é que…

Escolha o piso certo para cada ambiente

Para acertar, diversos fatores devem ser levados em conta. Confira as dicas
Com tantas opções no mercado, escolher o piso certo para cada ambiente pode ser uma tarefa bem mais difícil do que parece. Parte importante da decoração, o revestimento tem o poder de transformar visualmente os espaços, mas, além da estética, diversos outros fatores devem ser levados em conta na seleção. Segundo Tatiana Moura, sócia da Boutique do Revestimento, o primeiro passo para acertar é verificar a funcionalidade do espaço onde ele será colocado. “Tem uma série de perguntas que precisam ser feitas. O ambiente onde o piso será instalado é íntimo ou social? Terá contato com muito ou pouco tráfego de pessoas? Estará exposto à umidade? Todas essas respostas irão conduzir a uma escolha mais segura e acertada”, garante. Nos ambientes íntimos e sociais o mais comum é a utilização de pisos que proporcionam conforto térmico e visual, como os vinílicos, os de madeira e os laminados. “Já para áreas úmidas, como cozinh…

A Residência de Tomie Ohtake

Em homenagem à Artista Plástica Tomie Ohtake, que morreu recentemente, aos 101 anos, faço esse post.

Considerada um dos clássicos da arquitetura moderna, a residência de Tomie Ohtake, mantém a predominância do traçado curvilíneo, característico do arquiteto, seu filho, Ruy Ohtake. A residência teve seu projeto inicial em 1966, mas foram feitas reformas nos anos de 1984, 1994 e 1996. 

Com 1.000m2 de área construída, a casa impressiona, mesmo ao longe.

A construção, tem o formato de um arco aberto. Esta superfície de concreto aparente é um dos pontos de atração do projeto. 


A cor aparece em poucas superfícies, mas de forma marcante. Internamente, algumas paredes são pintadas de vermelho, azul e amarelo. Os móveis, selecionados com cuidado, contribuem para acentuar o contraste entre as cores primárias e o cinza do concreto. As fartas curvas dominam o projeto constituindo um cenário raro e instigante. Ruy Othake justifica seu fascínio pelas curvas sinuosas como influência do arquiteto Oscar Nie…

Cadeiras com estilo e segurança

Qualidade dos produtos é foco principal na fábrica da Habitable Cadeiras
Na hora de escolher uma cadeira, para a maioria das pessoas o estilo da peça vem sempre em primeiro lugar. Porém, ao prestar atenção somente no quesito beleza, corre-se o risco de comprar produtos que deixam a desejar em um fator muito importante quando se fala nesse tipo de móvel: a resistência. “Em cadeiras, resistência significa segurança”, é o que garante Miguel Feres Rodrigues, arquiteto e sócio da Habitable Cadeiras, que fabrica e vende esses produtos, inclusive para países como os Estados Unidos, há mais de 20 anos. “Se o móvel for bem feito e utilizar materiais de qualidade, dificilmente ocorrerá quebra devido ao mau uso e ao sobrepeso”, garante. Segundo o especialista, a madeira utilizada para a fabricação da sua estrutura é de grande importância. “Ela deve ser maciça, bem seca, com veias retas e, preferencialmente, leve. Os tipos mais indicados atualmente e que usamos na fábrica são a teca, o jequitibá e o…

Passo firme no quintal

Veja dicas para escolher pisos resistentes, seguros e modernos para áreas externas
Há muito tempo que a área externa da casa deixou de ser apenas o espaço do cachorro para se tornar uma parte integrante da decoração do lar. Jardins, piscinas, decks e varandas, quando utilizados, podem trazer o verde da natureza para dentro de casa, melhorar a iluminação e a ventilação e fornecer uma área perfeita para o lazer da família e para receber visitas. Porém, é importante estar atento à qualidade dos materiais utilizados para compor esses ambientes, especialmente o revestimento do piso, o qual ficará exposto às mais diversas intempéries. Tatiana Moura, sócia da Boutique do Revestimento, está acostumada a selecionar e vender os materiais mais adequados para cada situação e dá as dicas: “Mesmo que o espaço não seja utilizado com muita frequência, aspectos como segurança, durabilidade, manutenção, conforto e estética precisam ser avaliados antes de qualquer decisão”. Isso porque áreas externas gera…