sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

A Residência de Tomie Ohtake

Em homenagem à Artista Plástica Tomie Ohtake, que morreu recentemente, aos 101 anos, faço esse post.

Considerada um dos clássicos da arquitetura moderna, a residência de Tomie Ohtake, mantém a predominância do traçado curvilíneo, característico do arquiteto, seu filho, Ruy Ohtake. A residência teve seu projeto inicial em 1966, mas foram feitas reformas nos anos de 1984, 1994 e 1996. 

Com 1.000m2 de área construída, a casa impressiona, mesmo ao longe.

A construção, tem o formato de um arco aberto. Esta superfície de concreto aparente é um dos pontos de atração do projeto. 


A cor aparece em poucas superfícies, mas de forma marcante. Internamente, algumas paredes são pintadas de vermelho, azul e amarelo. Os móveis, selecionados com cuidado, contribuem para acentuar o contraste entre as cores primárias e o cinza do concreto.
As fartas curvas dominam o projeto constituindo um cenário raro e instigante.
Ruy Othake justifica seu fascínio pelas curvas sinuosas como influência do arquiteto Oscar Niemeyer.
Ficha Técnica
Casa Tomie Othake – Valinhos- SP
Área Total: 5.000,96m2
Área construída: 1.012,95m2
Início do Projeto: 2006
Arquitetura: Ruy Othake
Estilo: Modernista
Decoração: Ruy Othke
Paisagismo: escritório Burle Marx

Daqui: https://blogcasasbacanas.wordpress.com/2014/07/10/casa-tomie-ohtake-por-ninah-belletato/








































Daqui: http://casavogue.globo.com/Interiores/casas/noticia/2015/02/o-lar-da-artista-tomie-ohtake.html