Pular para o conteúdo principal

Luz na sala de jantar


Aprenda a valorizar seu espaço de refeições
com a iluminação correta

A sala de jantar é o lugar onde se costuma passar alguns dos momentos mais importantes da vida em família. É por isso que além de escolher bem os móveis, é preciso prestar atenção também à iluminação do espaço de forma a garantir o conforto e a atmosfera acolhedora, agradável e ao mesmo tempo funcional do cômodo como um todo.

Uma iluminação eficiente na sala de jantar utiliza diferentes tipos de fonte de luz combinados de maneira a oferecer a claridade adequada para cada situação. Para as horas das refeições, é preciso visualizar o que está sendo servido e todas as pessoas sentadas à mesa. Uma ou mais luminárias sobre o móvel cumprem essa função, além de ajudar a deixar o ambiente mais charmoso. Pendentes e lustres estão entre as peças favoritas nesse caso, mas para escolher é importante estar atento a dois fatores de grande importância: o tamanho da peça e o formato do tampo.

Segundo Daniele Bagatoli, sócia da Luna Luce Iluminação e pós-graduada em Iluminação e Design de Interiores, a forma retangular de mesa é a mais democrática, pois permite o uso de luminárias redondas, quadradas, ovais e retangulares. “Já as redondas e quadradas aceitam luminárias nesses mesmos formatos, enquanto a oval comporta fontes de luz retangulares, ovaladas e redondas”, explica.

Projeto: Ana Célia Garcia do Amaral / Foto: Natasha Bagadoti

Com relação ao tamanho, Daniele ensina que as luminárias devem seguir uma proporção de 1/3 do tamanho da mesa ou maior. “Uma das dúvidas mais frequentes na loja é com relação a lustres grandes em ambientes pequenos, mas não se deve levar em conta o tamanho do espaço onde a mesa de jantar estará, mas sim o tamanho do tampo. Se a mesa for muito comprida, retangular ou ovalada, aconselha-se, inclusive, o uso de dois ou mais focos de iluminação para atender toda a extensão da mesa”, acrescenta.

Além da iluminação da mesa, outros pontos de luz ajudam a garantir a luminosidade da sala de jantar, permitindo o seu uso para outras funções. “Embutidos em gesso no teto, com ligação independente, funcionam bem como fontes auxiliares, iluminando a sala com eficiência para atividades como trabalho e estudo. O interessante é usar o lustre ou pendente e, se houver necessidade, usar as lâmpadas de facho concentrado. Na instalação, observe se os fachos das luzes diretas não ficarão direcionados para uma superfície de metal ou vidro, pois esses materiais refletem a luz causando desconforto visual”, aponta Daniele.

 Projeto: Karla Obeid / Foto: Marcelo Stammer

Já abajures e luminárias de piso são ideais para quem tem espaço de sobra na sala. “A vantagem dessas peças é que elas garantem charme extra à decoração, imprimindo a personalidade dos donos da casa. Além disso, elas funcionam muito bem como luzes auxiliares, criando atmosferas diferenciadas no espaço”, completa a especialista.

Sobre a Luna Luce Iluminação:
Inaugurada em 2009, a Luna Luce Iluminação é administrada pela família Bagatoli conhecida por seus 35 anos de experiência na fabricação de luminárias. Sempre em busca de novas tendências no mercado, a loja trabalha com as melhores fábricas nacionais e internacionais e possui um setor de customização e fabricação própria de peças, o que garante exclusividade e qualidade nos produtos. Para um melhor atendimento aos clientes, a equipe é composta por designers de interiores e especialistas em iluminação.

Contato:
Luna Luce Iluminação
Endereço: Av. Nossa Senhora Aparecida, 649, Seminário - Curitiba (PR)
Telefone: (41) 3085-1177

 Crédito de texto:
Virgínia Vargas - Assessora de Imprensa (41) 3325-3443 / 9611-2170 virginiavargas.assessoria@gmail.com 

Postagens mais visitadas deste blog

Feijão Maravilha!

Sábado é dia de feijoada. E quem não gosta de feijoada?

Pois é, esse prato típico é delicioso, agrada a todos e é uma ótima escolha para ser servida aos amigos. Basta um pouco de criatividade para tornar o seu evento muito mais charmoso. Os pequenos detalhes fazem toda a diferença!

Vou mostrar alguns exemplos, começando pela laranja, que eu fiquei apaixonada! kkkkk


Daqui: http://ateliegaaya.blogspot.com.br/


Daqui:  http://carolbycalu.com/2011/02/10/quarta-e-dia-de-feijoada/


Daqui: http://adinoela.blogspot.com.br/2012/05/e-tempo-de-feijoada.html


Daqui: http://www.chucrutecomsalsicha.com/archives/2008_02.html


Daqui: http://amandicaindica.blogspot.com.br/2012/03/voce-sabe-como-organizar-uma-feijoada.html




Daqui: http://www.copyepaste.com/2011/05/festa-do-bem.html


Daqui: http://lepartieventos.blogspot.com.br/2012/05/decoracao-rustica-feijoada-no.html


Daqui: http://segredosdaanna.blogspot.com.br/2012_08_01_archive.html


Daqui: http://www.custojusto.pt/Porto/Moveis-Decoracao/Bolas+decorativas…

Estante Casinha de Boneca - Quarto de Menina

Uma maneira divertida e decorativa para guardar brinquedos.

No projeto da Arquiteta Cecy Rivabem, a estante de madeira em forma de casinha se destaca pela funcionalidade e beleza.

Além de ser uma casinha bem fofa, tem espaço suficiente para guardar brinquedos. Nos nichos ficam os bichinhos de pelúcia mais bonitinhos, para decoração. Nas gavetas, que foram projetadas para que a criança não prenda os dedos ao fecha-las, ficam os brinquedos com peças, bonecas e até mesmo os jogos, pois tem profundidade suficiente para isso.

Além de tudo isso, esse móvel possui uma mesa para desenho.

Qual criança que não ia amar??







Fotos: Acervo pessoal da Aquiteta Cecy Rivabem.

O essencial e o que deve ser evitado na decoração da cozinha

Algumas dicas são importantes para que o ambiente una beleza, praticidade e organização
Não é de hoje que a cozinha é conhecida como o coração da casa. Por ser um dos cômodos mais utilizados no dia a dia, merece atenção especial na hora de decorar, para que seja belo e ao mesmo tempo prático e funcional.
Foto: Natasha Bagatoli
Um dos itens indispensáveis neste ambiente, mesmo que o espaço seja diminuto, é um gaveteiro, ideal para acomodar talheres, panos de pratos e acessórios pequenos. “Prateleiras que guardam alimentos, pratos, copos e panelas também são essenciais. Quem pode investir um pouco mais, pode optar por colocar aramados nos móveis, pois eles ajudam muito na organização", conta a designer de interiores da Evoque Ambientes Personalizados, Luana Mota.
Foto: Natasha Bagatoli
Um dos desafios na hora de decorar a cozinha é a distribuição do mobiliário, a qual deve ser pensada em função dos pontos de hidráulica e elétrica e dos eletrodomésticos. “Quando as cozinhas são muito peq…