terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ambientes integrados são tendência na arquitetura


Praticidade, amplitude e aconchego são características deste tipo de projeto
A integração dos ambientes é uma tendência na hora de construir ou reformar casas e apartamentos. O principal motivo, além da praticidade, é a sensação de amplitude que o conceito traz aos projetos arquitetônicos e de interiores.

 Foto: Nenad Radovanovic.

Antes de realizar este tipo de projeto, é preciso realizar um planejamento, embasado no cotidiano e nas prioridades de cada cliente, para realizar um melhor dimensionamento dos mobiliários soltos e reorganizar adequadamente a decoração.

 Foto: Nenad Radovanovic.

Para planejar reformas, é preciso ter ainda alguns cuidados adicionais. Segundo as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki, da EFTM Arquitetura, antes de derrubar uma parede, é necessário saber se ela é estrutural e se é composta por pilares ou vigas. “Além de danificar a estrutura da casa ou apartamento, deixar uma viga ou pilastra no meio de um ambiente faz com que a essência da integração desapareça”, ressalta a profissional Thalita Miyawaki. Também é necessário ter cuidado com intervenções em apartamentos, pois podem resultar em problemas maiores, como a perda da garantia do imóvel ou danos no isolamento acústico entre os pavimentos, por exemplo.

 Foto: Nenad Radovanovic.

Perto de quem se gosta
Integrar cômodos, principalmente salas e cozinhas, oferece mais proximidade aos familiares, que acabam convivendo mais durante as refeições e os momentos de lazer. Além disso, ao realizar a unificação de uma sala com uma cozinha, criar um espaço gourmet é quase inevitável.
Esses “cantinhos” são ideais para serem usados como áreas de convivência e confraternização, pois possibilitam que cozinheiro interaja mais com os visitantes. “Além da beleza de ter um espaço assim em casa, o ambiente torna-se um lugar agradável para cozinhar, para sentar-se à mesa, assistir um bom filme e receber os amigos”, finaliza a arquiteta da EFTM, Erika Fukunishi.

 Foto: Nenad Radovanovic.


Sobre a EFTM Arquitetura:
Em 2013, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miyawaki se uniram e fundaram a EFTM Arquitetura, escritório especializado em projetos de urbanismo, interiores e arquitetônicos. Jovens e cheias de ideais, as duas buscam atenção aos detalhes e desejos dos clientes para oferecer projetos funcionais, personalizados e agradáveis visualmente. Erika Fukunishi está formada desde 2010 pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo e é especialista em Construções Sustentáveis pela Universidade Tecnológica do Paraná. Thalita Miyawaki, também formada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná no curso de Arquitetura e Urbanismo, desde 2007, é especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pela mesma instituição.

 Foto: Nenad Radovanovic.


Serviço:
EFTM Arquitetura
Erika Fukunishi – CAU/PR nº A67408-7
Thalita Miyawaki – CAU/PR nº A53912-0
Rua Professor Paulo D’Assumpção, 132, Jardim das Américas - Curitiba (PR)

Créditos de texto: Evellyn Ezidio